Você está aqui
Home > Últimas Notícias > PROGRAMA ABVTEX CONQUISTA 1º LUGAR DO PRÊMIO DIREITOS HUMANOS 2018

PROGRAMA ABVTEX CONQUISTA 1º LUGAR DO PRÊMIO DIREITOS HUMANOS 2018

imagem_release_1510966O Programa da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX) de boas práticas na cadeia de fornecimento do varejo de moda é o vencedor do prêmio do Ministério dos Direitos Humanos (MDH) na categoria Promoção e Defesa dos Direitos Humanos

A  ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), entidade que representa o varejo de moda brasileiro, alcançou mais um respeitável reconhecimento, desta vez do Governo Federal, que concedeu o 1º lugar do Prêmio Direitos Humanos 2018 à iniciativa Programa ABVTEX de responsabilidade social na cadeia de fornecimento do varejo de vestuário e calçados, em virtude da atuação relevante à dignidade humana.

A cerimônia de entrega da premiação foi realizada hoje (21) pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH), em Brasília, com a presença de Rodrigo Maia, presidente da República em exercício, e do ministro Gustavo Rocha. A solenidade comemorativa integra as atividades referentes aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). “Este é mais um instrumento para reconhecer e valorizar as práticas em direitos humanos realizadas no Brasil e no mundo. São temas urgentes que merecem destaque. A honraria também é um incentivo para que novas ações possam ser implementadas”, afirmou o ministro.

O case “Programa ABVTEX – Implantando o fornecimento responsável na cadeia têxtil e de calçados” ficou com o 1º lugar na categoria Promoção e Defesa dos Direitos Humanos. Cerca de 48 personalidades e entidades serão agraciadas. Entre os critérios de avaliação destacam-se o histórico de atuação na área de Direitos Humanos; desenvolvimento de ações relevantes no período de 2016 a 2018; implementação de práticas inovadoras em relação ao tema. A decisão final da comissão de julgamento considerou a importância e a relevância dos trabalhos.

Ao celebrar esta importante conquista, Edmundo Lima, diretor executivo da ABVTEX, afirmou que o reconhecimento do Governo Federal é um grande incentivo à entidade e suas varejistas associadas a continuarem a trilhar o caminho da valorização dos trabalhadores e respeito à dignidade humana, tendo como foco o combate ao trabalho análogo escravo, infantil ou de estrangeiro irregular na cadeia de fornecimento da moda.

Para Lima, a grande discussão nos fóruns nacionais e internacionais gira em torno das boas práticas e respeito às relações de trabalho e ao meio ambiente. “As varejistas associadas à ABVTEX uniram-se contra a precarização do trabalho no monitoramento dos fornecedores e em prol do desenvolvimento sustentável socioambiental”, afirmou.

O Programa ABVTEX foi lançado em 2010 e institui a adoção de compromissos socioambientais para as empresas produtoras oferecerem condições de trabalho dignas aos trabalhadores e, dessa forma, estarem habilitadas a fornecer para as redes de varejo associadas. Mais recentemente, o Programa ampliou seu caráter inclusivo abrindo adesões entre empresas fornecedoras e subcontratados que ainda não fornecem às associadas justamente para fazerem parte deste grande movimento da sustentabilidade na moda e se beneficiarem das oportunidades de crescimento que o Programa proporciona.

Desde sua criação, foram realizadas 30.048 auditorias com 3.902 empresas certificadas no momento, beneficiando diretamente 349.326 trabalhadores formais com seus direitos garantidos.

Além deste 1º lugar no Prêmio Direitos Humanos, o Programa ABVTEX conquistou recentemente o Selo Direitos Humanos e Diversidade 2018 da Prefeitura de São Paulo; o Prêmio von Martius de Sustentabilidade; o Prêmio de Responsabilidade Social e Sustentabilidade no Varejo da Fundação Getúlio Vargas (FGV); e o Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade.

 

Deixe uma resposta

Top