Você está aqui
Home > sustentabilidade > ECOMODAS SE UNE A ROTA 116 PARA AÇÃO AMBIENTAL NO CARNAVAL

ECOMODAS SE UNE A ROTA 116 PARA AÇÃO AMBIENTAL NO CARNAVAL

Mais de 1.000 mudas da Mata Atlântica serão distribuídas nos pedágios da RJ 116

Com a intenção de promover a consciência ambiental aproveitando o grande volume de pessoas que trafegarão pela RJ 116 no período de carnaval, a EcoModas e Rota 116 decidiram fazer uma collab para distribuir mais 1.000 mil mudas nos guichês de pedágios.

A EcoModas, autora desta iniciativa para Rota 116, é um negócio de impacto focado na preservação do planeta e é reconhecida e premiada nacionalmente por conta do seu forte envolvimento com as questões ambientais. A EcoModas, que produz moda sustentável a partir da reciclagem e reaproveitamento de materiais, também presta serviços na área de soluções sustentáveis seja através de projetos, oficinas, palestras e outros. É pioneira no mundo têxtil mundial a reutilizar cones de linhas de costura industrial vazios para cultivar árvores nativas da Mata Atlântica que, inclusive, já contribuiu com a doação/plantio de mais de 28 mil mudas para a cidade de Nova Friburgo.

A EcoModas e Rota 116 já são parceiros institucionais desde 2019 e, com isso, mensalmente, os motoristas que trafegam pela referida rodovia que liga Cachoeiras de Macacu a Nova Friburgo são agraciados com brindes ecológicos que são distribuídos nos guichês de pedágios. Só no primeiro ano de parceria, mais de 1.500 bombas de sementes e mudas nativas foram distribuídas. A meta entre as partes é multiplicar as ações ambientais visando impactar o máximo de pessoas que utilizam a rodovia para que estes usuários participem ativamente da construção de um mundo mais sustentável.

Esta ação de carnaval terá como público alvo os visitantes que sobem a serra para desfrutarem da tranquilidade da região. A espécie de árvore escolhida para esta iniciativa é o palmito-juçara, também conhecido como açaí da Mata Atlântica, cuja mesma está entre as ameaçadas de extinção por conta da extração ilegal do palmito. O maior problema é que para se obter um palmito de cerca de 30 centímetros é necessário cortar uma palmeira que pode chegar até 20 de altura e, uma vez cortada, tal espécie não rebrota. Os frutos desta árvore servem como alimento para mais de 60 animais silvestres e outro detalhe interessante é que geralmente a sua frutificação acontece num período em que existe a estiagem de alimentos dentro da Mata Atlântica.

As mudas serão distribuídas tendo as suas raízes embrulhadas em papel reciclado molhado e acompanhadas de copos descartáveis que foram obtidos numa campanha ecológica que envolveram agências bancárias e uma igreja de Nova Friburgo. A ideia, com isso, é incentivar a reutilização dos referidos copos para que sirvam como recipientes para acomodar as mudas de forma prática e fácil durante a distribuição. Cada copo conterá um adesivo de papel contendo algumas informações relevantes, assim como a sugestão para que a pessoa reutilize tal copo para cultivar a muda, e também terá o endereço do site do projeto www.ecomodas.com.br/rotasustentavel onde o usuário obterá mais detalhes sobre o plantio e cuidados com a muda.

“A EcoModas é um movimento de transformação que une pessoas para fazer do mundo um lugar melhor. Mais que produzir moda sustentável a partir da reciclagem e reaproveitamento de materiais, dentro da EcoModas buscamos também inserir em nossa cadeia de valor o envolvimento da população como parte integrante das nossas ações que contemplam a sustentabilidade ambiental no cotidiano, de forma simples e prática, visando melhorias das cidades” – destaca Alex CEO da EcoModas Soluções Sustentáveis.

 

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

Top